Santo Franciscano do dia: Beato Gerardo de Vilamagna Beato Gerardo de Vilamagna

Eremita da Ordem Terceira de São Francisco (1174-1270), com culto aprovado por Gregório XVI (18-03-1833).

Natural de Vilamagna, nas margens do rio Arno, Gerardo, filho duma família de agricultores, ficou órfão aos 12 anos. Durante uma peregrinação à Palestina foi feito prisioneiro pelos turcos, que lhe infligiram muitos maus tratos. Restituído à liberdade, visitou devotamente os lugares santos, e depois regressou a Vilamagna, instalando-se junto a uma igreja próxima da sua vivenda. Essa igreja ainda existe, com o nome de igreja do B. Gerardo, e conserva uma arca com as relíquias do antigo e desafortunado cruzado.

As peripécias do jovem não terminaram com essa peregrinação à Terra Santa. No ano seguinte fez-se novamente ao mar com um grupo de 20 cavaleiros, rumo à Síria. Dessa vez foram piratas que lhe fizeram difícil a viagem e lhe puseram em perigo a vida. Mas finalmente conseguiu chegar pela segunda vez à Palestina, onde se consagrou à oração e à prática da caridade, sobretudo para com doentes e peregrinos. Nessa vida permaneceu sete anos, até notar que se tornava alvo de veneração, coisa que a todo o custo queria evitar. Por isso regressou à Itália.

Teve então oportunidade de conhecer S. Francisco, e de receber das suas mãos o hábito da Ordem da Penitência. Como Terceiro Franciscano regressou ao seu oratório de Vilamagna, e por ali ficou definitivamente. Mas para mais facilmente se deslocar até ao cimo da colina do Encontro, ele mesmo construiu com suas próprias mãos no meio dos bosques um oratório dedicado à Virgem Maria. Foi essa a primitiva construção da igreja que ainda hoje existe, rodeada por um conventinho simples e sugestivo. Porém, o convento franciscano do Encontro não foi construído pelo B. Gerardo: foi fundado por outro santo, Leonardo de Porto Maurício, quase cinco séculos mais tarde, para continuar e completar a obra do seu colega em santidade.

Contam-se dele alguns milagres, como o de encontrar numa ameixoeira frutos maduros fora do tempo, para satisfazer os desejos dum doente. Outra ocasião, necessitando de transportar material para a construção do seu eremitério, e perante a recusa dum lavrador de lhe emprestar os bois para o carrego, encontrou subitamente duas juntas de bezerros que lhe fizeram o transporte sem dificuldade para onde ele queria. Todas as semanas visitava em piedosa peregrinação três santuários, em sufrágio das almas do purgatório, a fim de obter a remissão dos pecados e converter infiéis. Entregou a alma ao Senhor no dia 25 de maio de 1270, com a bonita idade de 96 anos.

Continue lendo...
Próximos aniversários:
29/05 Francisco Carvalho Neto
01/06 Ronaldo Dias do Val
07/06 Ivan Zacarias Rodrigues
07/06 Gustavo Junior Andrade Reis
09/06 Dario Campos
09/06 José Leandro Pereira
17/06 Marcos Alves Barroso
19/06 Jacir de Freitas Faria
20/06 Mário Rodrigues dos Reis
23/06 João Ricardo Teodoro
Notícias
Eventos
Artigos
Receba as notícias e artigos da Província Santa Cruz. Cadastre seu e-mail...